Como escolher a instituição ideal para seu filho?

04 de Setembro de 2018

Não existe escola ideal, mas sim a ideal para o seu filho. A escolha é determinada por o que vocês, pais, definem como prioritário na formação dos pequenos. Existem famílias mais tradicionais, outras liberais, as mais religiosas e as globalizadas. A primeira visa a entrada do filho na universidade. A segunda busca uma formação mais humana com pensamento crítico. A terceira se atém à formação moral e espiritual. E, por fim, a quarta espera que seu filho seja um cidadão do mundo, com conhecimento bilíngue e de outras culturas.

Esses fatores moldam as principais instituições de ensino que vocês devem se voltar para escolha.

Em seguida, é possível analisar o projeto educacional da escola. Em geral, as propostas se dividem em três pilares:

1 - Tradicional: disciplina e cumprimento de regras.

2 - Lúdica: brincadeiras, sem muita preocupação pedagógica.

3 - Socioconstrutivista: planejamento de situações de aprendizagem, com intenções claras para cada faixa etária.

Busque por uma instituição que foque em todos esses pontos de forma equilibrada e com qualidade. Falando nisso, a qualidade da formação do corpo docente também é importante. Conheça os profissionais mais a fundo, por quais instituições já passaram e a credibilidade destas.

Aproveite essa sondagem para conhecer a instituição. Entre nas salas, veja as instalações e se estas são espaçosas e bem arejadas. Verifique se há bom espaço interno e externo, bem como se são limpos. Fique de olho nesse quesito principalmente nos banheiros e cantina.

E o que mais? Qual o diferencial a instituição oferece? Opte pela que possui atividades extracurriculares que interessam ao seu filho, aulas diferentes, etc. Isso fará valer o custo-benefício, pois caso a própria escola ofereça um curso de reforço para inglês, por exemplo, você não precisará buscar outra instituição para isso.

Alguns pais valorizam a proximidade da escola de casa, outros já preferem colocar o filho em uma escola mais distante, desde esta ofereça mais benefícios. É preciso pôr na ponta do lápis e ver o que vale mais a pena para a família agora. O gasto com deslocamento compensa a qualidade de ensino? Analise esse fator com calma na hora de matricular o seu filho.

Ainda sobre gastos: fique atento às taxas exigidas. A escola pode cobrar pela reserva de vaga ou matrícula, mas o valor deve ser descontado da primeira mensalidade. Além disso, o valor da matrícula tem que fazer parte da anuidade. O reajuste deve ser proporcional à variação de custo com pessoal, aprimoramento da escola e custeio. No caso de alunos de ensino médio, há uma lei (Nº 3.200 de 19 de abril de 1941) que prevê redução de taxas para famílias com mais de um filho. Se precisar, acione judicialmente para conseguir a redução.

Outro direito é a devolução integral de valores pagos caso o aluno desista antes do início das aulas. Por outro lado, pode ser que o contrato apresente desconto de taxas administrativas e reterá parte do valor.

Por fim, analisados todos os fatores, ficará mais fácil definir a escola para o seu filho. Respeite o tempo de adaptação do pequeno e fique atento para ver se ele, de fato, gosta da instituição. Nada impede você de mudá-lo de escola se algo não vai bem. O que importa de fato é o bem-estar e o aprendizado do seu filho.

Comentar

Comentários

Enviado por: Larissa

QUAL ESCOLA TEM VAGA PARA CRIANCA DE 4 ANOS DESE JA AGRADECO